ads

ÃOmistoso de 2015

PLANTÃO: Redenção: Veva 1 x Atlético Porto 0. Gauchão: Juventude 1 x Caxias 0

Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5

Uma das principais ligas regionais, a do Ramiro Souto, vem encontrando dificuldades na organização de suas competições. Recentemente, o presidente Mário Ávila resolveu suspender a Copa Redenção devido ao baixo número de equipes interessadas. Para ele, existe uma série de fatos que estão contribuindo para o desinteresse pelo futebol de várzea. “No nosso caso, eu posso afirmar, não se trata de dinheiro, porque a nossa liga cobra uma taxa relativamente baixa na região central da cidade. Na minha opinião, o que ajuda esta retração em parte é o nosso clima e também pelo fato da Secretaria de Esportes ter suspendido o campeonato municipal da categoria livre que quer ou não era uma competição que dava visibilidade aos times. Além de tudo, o desinteresse pelo futebol de várzea vem num crescente perigoso. A gurizada está indo para outros caminhos”, afirmou Mário Ávila.

Sobre A Voz do Amador

A Voz do Amador - A notícia no momento em que ela acontece
«
Anterior
Postagem mais recente
»
Proximo
Postagem mais antiga

Um comentário:

Liga da Redenção disse...

Acho que houve um mal entendido!
Foi me feita uma pergunta e eu respondi via telefone. Os originais seguem abaixo:
Pergunta: On Fri, Aug 15, 2014 at 11:28 AM, Luiz Oliveira Oliveira wrote:

Quala tua análise sobre o desinteresse dos clubes em fecharem nos teus campeonatos. Há problemas de grana dos times? Há mesmo desinteresse pelo futebol de várzea? A suspensão do municipal afetou a várzea? O que fazer, então?
Me responde que quero colocar esta matéria no blog.
abçs
luiz carlos oliveira
Resposta:Dinheiro não é, nosso campeonato hoje é um dos mais baratos da região central. O clima não ajuda. O desinteresse pelo futebol de várzea é crescente e a ausência de uma competição que de visibilidade contribui para aumentar esse desinteresse.
Enviado por Mario Avila by Iphone

Fui e sou favorável a suspensão do Municipal em virtude da violência constatada em quase todas as rodadas em 2013.
A continuar a cultura dos santinhos irem nas reuniões e os diabos aparecerem no campo, não vejo outra solução.
Na minha resposta não me referi ao Campeonato Municipal.
Considero uma competição de visibilidade, aquela que leva os clubes a um patamar mais alto, premiação diferenciada, uma viagem, etc...
Fora isso, vamos caindo na mesmice e o interesse naturalmente vai diminuindo.


Top